24°C 27°C
Recife, PE

Song Pro é novo SUV de entrada da BYD e custa a partir de R$ 190 mil

O modelo será o primeiro a ser produzido na fábrica da BYD em Camaçari, Bahia, a partir de 2024

11/07/2024 às 08h50
Por: Cláudio Gomes
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Com o objetivo de alcançar um público mais amplo, a BYD lançou nessa quarta-feira (10) o Song Pro DM-i, seu mais recente SUV de entrada. Baseado no Song Plus, o modelo híbrido plug-in chega em duas versões: GI e GS, que custam R$ 189.800 e R$ 199.800, respectivamente.

A versão mais básica, a GI, entrega 223 cv de potência e 71 km de autonomia elétrica. Já a GS desenvolve 235 cv e pode percorrer até 110 km no modo elétrico. Apesar de compartilharem o mesmo conjunto mecânico, as baterias possuem capacidades distintas (12,9 kWh para a GI e 18,3 kWh para a GS), o que resultou em diferentes configurações de potência.

Em termos de desempenho, o SUV híbrido acelera de 0 a 100 km/h em 8,3 segundos na versão GI e em 7,9 segundos na GS. A velocidade máxima é de 185 km/h para ambas as variantes.

Enquanto a autonomia declarada segue o ciclo de medição chinês NEDC, que tende a ser mais otimista, os números nacionais, com base no Inmetro, devem ser ligeiramente menores.

Apesar de compartilhar diversas características com o Song Plus, o Song Pro apresenta algumas diferenças. Ele tem dimensões semelhantes, mas se distingue pelos detalhes de design, como os frisos e elementos da coluna C, além da cor de alguns componentes da carroceria.

No interior, as diferenças são mais significativas. O Song Pro traz telas menores de 12,8 polegadas para a central multimídia e 8,8 polegadas para o painel de instrumentos digital, em comparação com o modelo superior. Além disso, ele não conta com alguns itens como bancos com aquecimento e ventilação, e ajustes elétricos para o assento do carona.

No entanto, a BYD manteve um bom acabamento interno no Song Pro, utilizando materiais macios ao toque. De série, ambas as versões contam com recursos como câmeras de 360°, GPS integrado, chave NFC, faróis de LED, porta-malas elétrico, controle de cruzeiro e ar-condicionado de duas zonas. A versão GS adiciona ainda carregador de celular por indução, filtro de partículas de ar e ajustes elétricos para o banco do motorista.

Para justificar o preço acessível, a BYD optou por excluir alguns sistemas avançados de assistência ao motorista (ADAS) presentes em modelos mais caros, como o controle de cruzeiro adaptativo, frenagem autônoma de emergência e assistente de permanência em faixa.

A BYD oferece garantia de oito anos para a bateria e de seis anos para o trem de força e chassi. Além das vendas diretas, o Song Pro também está disponível para assinatura, com mensalidades de R$ 4.925.

O modelo será o primeiro a ser produzido na fábrica da BYD em Camaçari, Bahia, a partir de 2024, inicialmente em regime SKD (montagem local) e, posteriormente, com produção completa a partir de 2025. Essa estratégia deve contribuir para a redução gradual do preço de entrada do Song Pro ao longo do tempo.

Recife, PE
26°
Parcialmente nublado

Mín. 24° Máx. 27°

27° Sensação
6.69km/h Vento
73% Umidade
36% (0.44mm) Chance de chuva
05h34 Nascer do sol
05h16 Pôr do sol
Dom 26° 23°
Seg 26° 22°
Ter 26° 23°
Qua 26° 24°
Qui ° °
Atualizado às 23h05
Economia
Dólar
R$ 5,60 +0,00%
Euro
R$ 6,10 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,63%
Bitcoin
R$ 395,328,64 -1,14%
Ibovespa
127,616,46 pts -0.03%
Lenium - Criar site de notícias