23°C 26°C
Recife, PE

Ortopedista aborda os principais traumas em acidentes de trânsito

A campanha busca engajar não apenas motoristas, mas também pedestres e ciclistas

13/05/2024 às 10h40 Atualizada em 13/05/2024 às 11h13
Por: Agenda News PE
Compartilhe:
Dra. Etelvina Vaz - Foto: Assessoria de Comunicação/divulgação
Dra. Etelvina Vaz - Foto: Assessoria de Comunicação/divulgação

Maio Amarelo é uma ação criada para chamar a atenção de toda sociedade para os altos índices de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. O movimento é  coordenado pelo poder público e sociedade, tentando mobilizar as pessoas que diariamente estão no trânsito.

Pensando nisso, médicos ortopedistas alertam  para a consciência da gravidade dos acidentes de trânsito e da importante de prevenir essas ocorrências evitáveis. A campanha busca engajar não apenas motoristas, mas também pedestres e ciclistas, incentivando a todos a adotar comportamentos mais responsáveis nas vias públicas.

Mais de 30 mil pessoas perdem a vida em acidentes de trânsito no Brasil a cada ano, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Isso representa uma média de mais de 80 mortes por dia. Além das mortes, cerca de 400 mil pessoas ficam feridas em acidentes de trânsito, anualmente.

Muitas dessas lesões resultam em incapacidade permanente ou sequelas graves. “os acidentes de trânsito não são simples eventos. Eles representam traumas físicos e emocionais profundos, resultando em fraturas severas, lesões na medula espinhal, danos cerebrais e, em casos extremos, perda de vidas preciosas”, alerta a ortopedista do Instituto de Ortopedia e Trauma do Recife (IOT), Dra Etelvina Vaz.

É crucial compreender que a maioria desses acidentes pode ser prevenido. Medidas simples, como respeitar os limites de velocidade, evitar o uso do celular ao dirigir, não dirigir sob a influência de álcool ou drogas, e sempre utilizar cintos de segurança e equipamentos de proteção adequados, podem fazer uma enorme diferença. Com base em pesquisas, os jovens são os mais afetados pelos acidentes de trânsito, representando a maioria das vítimas. Entre os 18 e 34 anos, o trânsito é uma das principais causas de morte.

Para a especialista, o excesso de velocidade, a ingestão de álcool, a desatenção ao volante e a imprudência são os principais fatores que contribuem para os acidentes. A falta de infraestrutura viária adequada e o desrespeito às leis de trânsito também desempenham papéis significativos. Nas grandes cidades, o trânsito intenso e o desrespeito às normas de circulação tornam as vias públicas ainda mais perigosas. 

É fundamental que cada cidadão se engaje ativamente nessa causa. A mudança de comportamento individual é a base para transformar a realidade do trânsito brasileiro. Pequenas ações, como evitar o uso do celular ao dirigir ou respeitar os limites de velocidade, podem fazer uma grande diferença na prevenção de acidentes.“A prevenção de acidentes de trânsito não é apenas uma escolha, é um compromisso com a vida e com o bem-estar de todos’, finaliza.

Recife, PE
26°
Parcialmente nublado

Mín. 23° Máx. 26°

27° Sensação
7.72km/h Vento
73% Umidade
100% (17.63mm) Chance de chuva
05h34 Nascer do sol
05h17 Pôr do sol
Dom 26° 23°
Seg 26° 23°
Ter 25° 23°
Qua 26° 24°
Qui 26° 22°
Atualizado às 02h05
Economia
Dólar
R$ 5,60 +0,00%
Euro
R$ 6,10 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,63%
Bitcoin
R$ 394,756,41 -1,29%
Ibovespa
127,616,46 pts -0.03%
Lenium - Criar site de notícias