23°C 26°C
Recife, PE

Projeto Moto Amiga auxilia na educação e segurança dos Motociclistas

Moto Amiga, promovida pelas concessionárias de Pernambuco, Paraíba e Alagoas, que pertencem à Associação Brasileira dos Distribuidores Honda

13/05/2024 às 11h52
Por: Agenda News PE
Compartilhe:
Foto: Assessoria de Comunicação/divulgação
Foto: Assessoria de Comunicação/divulgação

Em pleno Maio Amarelo as atenções se voltam para a prevenção e segurança dos motociclistas, pois o mês é de conscientização para um trânsito seguro. Em um país em que as estradas e as ruas não têm estrutura adequada para o tráfego de carros e motos, é preciso um cuidado maior dos condutores para evitar acidentes e ajudar a baixar o índice que tanto preocupa as autoridades.

No entanto, é preciso que os motociclistas façam a sua parte e para isso, existe um projeto que auxiliam os condutores a dirigirem de forma segura, como a Moto Amiga, promovida pelas concessionárias de Pernambuco, Paraíba e Alagoas, que pertencem à Associação Brasileira dos Distribuidores Honda, a Assohonda, que compreende a maior rede de lojas do segmento de motos do país, e que se preocupa com a segurança dos condutores de moto.

Por isso, além de palestras, cursos, panfletagens educativas de conscientização e educação no trânsito durante todo o ano, a Moto Amiga está promovendo durante o mês de maio, atividades com as Ciretrans, Detrans, Polícia Rodoviária Federal, e os demais órgãos de trânsito, ações para promover o bem estar dos condutores.

“Temos o dever de proporcionar aos motoristas orientações que são necessárias para a segurança deles, dos passageiros e dos outros condutores em geral. Coisas simples como o uso correto do capacete, a importância da vestimenta adequada para o uso de motocicletas e ainda as regras de direção defensiva, que ajudam para diminuir os índices de acidente” explica Leonardo Maranhão, diretor regional da Assohonda.

Segurança maior entre as mulheres


E essa educação mostra um resultado positivo. Conforme o IBGE, mais mulheres estão dirigindo, em 2023 foram mais de 220 mil habilitadas para categoria A, que compreende o uso de motocicletas. Com mais mulheres pilotando, o índice de acidentes de moto tem diminuído, elas são vítimas apenas de 12% dos casos, em todo o país. Dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Cilcomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, a Abrasciclo, mostra que em alguns estados do país, como Roraima e Santa Catarina, por exemplo, mais de 25% das mulheres estão habilitadas para moto.

Com a crescente das vendas neste segmento, só no trimestre deste ano, a compra de motocicletas registrou alta de pouco mais de 10%, em relação ao mesmo período do ano passado, o mercado está aquecido.

“A economia na utilização de motocicletas e similares é muito superior ao uso de carros, sobretudo nesse período em que eles ficaram mais caros, pós-pandemia, por isso enxergamos um potencial nos próximos meses e isso vem aliado à conscientização no trânsito, que promovemos enquanto sociedade.” Finaliza Leonardo Maranhão.
Recife, PE
26°
Parcialmente nublado

Mín. 23° Máx. 26°

27° Sensação
7.72km/h Vento
73% Umidade
100% (17.63mm) Chance de chuva
05h34 Nascer do sol
05h17 Pôr do sol
Dom 26° 23°
Seg 26° 23°
Ter 25° 23°
Qua 26° 24°
Qui 26° 22°
Atualizado às 02h05
Economia
Dólar
R$ 5,60 +0,00%
Euro
R$ 6,10 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,63%
Bitcoin
R$ 395,175,19 -1,18%
Ibovespa
127,616,46 pts -0.03%
Lenium - Criar site de notícias